quinta-feira, 25 de julho de 2013

nossa segunda música


Hoje, no ônibus, descobri nossa segunda música. Every Breath You Take apareceu no meio de um monte de músicas que eu não conhecia e no instante em que começou a tocar eu a reconheci como nossa, como reconheci Como É Grande o Meu Amor Por Você naquele dia em que soubemos que você estava a caminho.

Os olhos atravessaram a Faria Lima molhados e o dedo teimava em apertar o botão de voltar quando a música chegava ao fim e outra se iniciava. É muito mais gostoso fazer isto, pensei, ouvir um pedacinho da outra música e voltar para a preferida, do que botar logo no repeat. 

Assim a gente experimenta de novo e de novo aquela sensação de susto bom de montanha russa quando ouve as primeiras batidas. O repeat é uma cilada que captura a música e engole a surpresa. 

É a diferença entre parar todos os dias e escolher fazer uma mesma coisa todos os dias, e determinar no primeiro dia que você vai fazer a mesma coisa pelos próximos 30, sem se perguntar diariamente se é isto mesmo que você quer.

"Como é que nunca falaram que Every Breath You Take é uma música de mãe para filho?", me passou pela cabeça algumas vezes. Também me passou pela cabeça fazer carinho na barriga porque eu estava de fone e você não estava ouvindo junto comigo, e eu queria te dizer que tinha algo muito bom acontecendo. 

Mas só consegui ficar parada, eu e a vizinha senhora japonesa e em pé o senhor que não iria se sentar no lugar da moça "porque eu sou homem". Ouvi Every Breath You Take por 50 minutosde uma tribo à outra, da Macunis até a Nhambiquaras.


Every breath you take
Every move you make
Every bond you break
Every step you take
I'll be watching you

Every single day
Every word you say
Every game you play
Every night you stay
I'll be watching you

Oh, can't you see
You belong to me
How my poor heart aches
With every step you take

(...)

Cada suspiro, cada passo, cada sorriso, cada palavra.
*
A parte do "you belong to be" é brincadeirinha, tá? ;)
*
Ou é verdade, mas só por mais cinco meses. Vou ali aproveitar e já volto!



5 comentários:

Rêveur disse...

"you belong to be". ato falho ou prelúdio de uma vida livre?
que seja uma linda vida esta que se inicia.

nana tucci disse...

Rêveur, menina, que ato falho lindo! Eu tava arrumando, mas vou deixar. Obrigada :)

Andréia Ramalho disse...

Pô, essa música é boa demais!!!!!!! ;) Bjos!

http://diariodabrunet.blogspot.com.br/

Dana disse...

Que lindo, querida! Que feliz! :)

nana tucci disse...

Dana <3