segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

vidraça circular


No meio de um apuro, quando mil cavalos empinam dentro de você e a rédea está frouxa, meu pai me mandou a mensagem mais bonita do ano. Sorri e me recompus com a mesma velocidade com que o ceramista japonês Shugo Izumi transforma prato em vaso. Alinhei os cavalos, está tudo bem. Hoje, achei que era a minha vez de retribuir e enviei: "pai, você é incrível, não se esqueça das palavras rosa". Na pressa, esqueci do artigo. Rosa é o nome da astróloga. Ele não entendeu. "Palavras rosa?". E eu gostei tanto do erro que respondi: isso mesmo, palavras rosas, aquelas das quais a gente deveria se lembrar todos os dias. Amém.

Foto: Ryan McGinley

4 comentários:

Juvenal disse...

oi nana como é bom ler teus textos

nana disse...

juva, suas visitas são de ouro! venha sempre!

Anônimo disse...

bonita!
é a mari, do vida&, que fez o guia da virada! queria te mandar um email, mas não achei um endereço. deixei a timidez de lado e postei aqui no teu blog - lindo, lindo, lindo - pra dizer que nem me despedi de ti! fiquei bastante feliz com a novidade. vc merece :)))

muita sorte, luz e amor nesse e nos próximos anos.

beijo grande e uma flor de laranjeira pra ti.

:***

mari.

Eu,Pamela Gama. disse...

digo,palavras de ouro.