segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

pé com pé


Manoel e Olívia abriram a porta de vidro pela primeira vez, mas com a naturalidade de quem faz isso sempre. Na hora do parabéns, eu instiguei o Manoel a surrupiar a cobertura de suspiro, e ele ficou lá, maior blasé, metendo o dedinho no bolo, lindo com sua carinha de Oompa-Loompa e suéter branco.
O carinho da amiga ao me presentear com um bloco de um São João Batista que é a cara do Pequeno Príncipe. A prima distante que adivinhou o perfume. O bilhete do pai com o clássico emblema de dinossauro, e minha mãe habitualmente tão linda. As três mosqueteiras, sempre ali, felizes por constatar que certas coisas nunca mudam - a tia Dete está mais jovem do que nunca - e outras mudam, que bom (quem é essa garota chique de tubinho branco e delineador nos olhos?).
Que delícia: te espiar com o rabo do olho dando risada sentado no sofá da vovó, ouvindo histórias da minha amiga que nem eu mesma ouvi.
A disposição da avó que há 25 anos abre sua casa para meus aniversários - minha festa de 1 ano foi ali. Tenho um videocassete com uma cena em que estamos eu e a Pó na extinta casinha de bonecas. Eu andando para lá e para cá com um vestidinho balonê cor-de-rosa, mas muda; ela sem levantar do chão, de vestido florido verde, mas uma matraca engatinhante. Não tenho fotos, mas há testemunhas: naquela sala com porta-retratos de noivas já se dançou muita Macarena. E, lá no fundo do quintal, perto do balanço, o menino foi visto dando um beijo (de língua) e passou a fazer ainda mais sentido o apelido "lábios de couve-flor".
A avó é quem recebe o primeiro convidado, e depois dorme sozinha com a bagunça na sala.
Neste ano, senti tanta alegria vendo um monte de gente querida reunida que, na hora de passar a espátula no bolo, não consegui separar a minha felicidade da felicidade dos outros. Que sejam todos felizes e saudáveis! A vida não é fácil, mas vale o tranco.

7 comentários:

Jose Roberto disse...

Que maravilha, minha filha..........
Parabens SSS Saúde/Sabedoria/
bjs alias, 25 lindos bjsSorte

nana tucci disse...

Pai, reconheceu o pé?

Anônimo disse...

quem é josé roberto?
eu só conheço o tato....

Jose Roberto disse...

Um dos "PéS" é seu......o q esta amassadinho.....
O outro, peludo???

nana tucci disse...

Seu e da Bia! Anônimo, esse tal de José Roberto, não sei, achei que fosse meu pai, mas não reconheceu o próprio pé...hahahaha

Anônimo disse...

Nana fofa! A vida vale o tranco mais ainda quando tempos amigas como vc!
Sou a Anônima Li!
Beijos e parabéns de novo :)

Jose Roberto disse...

Esse pé, não pode ser meu.......
mto peludo.............
bjo